Pedro II


33 ºC


Ensolarado com muitas nuvens



  (86) 9918-1155

   
 
 
Espalhe por aí                  Visualizações: 172


13/02/2018 às 07:24:28
Partido no poder na África do Sul dá 48 horas para Zuma renunciar, diz TV estatal

Caso presidente Jacob Zuma não renuncie, Congresso Nacional Africano irá tirá-lo do poder, de acordo com a TV estatal da África do Sul, a SABC.
créditos: África do Sul

O partido Congresso Nacional Africano (ANC, na sigla em inglês) deu um prazo de 48 horas para o presidente Jacob Zuma renunciar, segundo informa nesta segunda-feira (12) a TV estatal da África do Sul, a SABC, citando fontes. De acordo com a TV, o partido também decidiu que irá tirar Zuma do poder caso ele não renuncie.


O Conselho Nacional Executivo (NEC, órgão do ANC) esteve reunido nesta segunda por mais de 13 horas. Segundo reportou a SABC, antes de a reunião terminar, o novo líder do ANC, Cyril Ramaphosa, saiu do hotel em que era realizado o encontro e foi aos escritórios de Zuma para informá-lo sobre a decisão do partido.


O ANC passa por uma crise política gerada pelas negociações sobre a saída do presidente sul-africano da liderança do partido, anunciada em dezembro.


O partido, que venceu todas as eleições presidenciais desde o início do período democrático em 1994, elegeu o vice-presidente do país, Cyril Ramaphosa, para substituir Zuma em sua liderança.

 

 

 

 Cyril Ramaphosa, vice-presidente da África do Sul, é eleito líder do partido CNA (Foto: Siphiwe Sibeko/ Reuters)


As regras internas do partido estabelecem que todos os membros do partido, incluindo os cargos eleitos, devem submeter-se à vontade dele; no entanto, se Zuma se negar a deixar seu cargo, a única via possível seria uma moção de censura parlamentar.


 Há semanas, o ANC está dividido sobre o destino de Zuma, atingido por vários escândalos de corrupção. Os partidários de Ramaphosa querem que Zuma deixe o quanto antes o poder visando as eleições gerais de 2019. Já os seguidores de Zuma insistem para que ele termine seu segundo mandato, antes das eleições.


Ramaphosa realiza há vários dias negociações diretas com o presidente Zuma para discutir a "transição" política. Na última quinta-feira, o ANC prometeu que ia chegar a uma conclusão "iminente" destas negociações, mas dois dias depois acabou pedindo paciência.


De acordo com a agência Efe, Zuma é alvo de várias acusações, incluindo quase 800 por corrupção relativa a contratos de armas do final dos anos 1990 ou às investigações por ter usado o Estado para favorecer empresários vinculados com concessões públicas milionárias.






Fonte.g1

Publicado Por.Antonio Francisco

COMPARTILHE O LINK DA MATÉRIA









Internacionais

Venezuela prende 6 pessoas após suposto ataque de drones contra Maduro

Um dos suspeitos tinha mandato de prisão pendente por ataque em 2017; outro já tinha sido preso por participar de protestos contra o governo

06/08/2018   06:16:07

Ler Matéria

Pelo menos 91 pessoas morrem após terremoto atingir a ilha turística de Lombok, na Indonésia

Região foi sacudida por um tremor de magnitude 7

06/08/2018   06:07:57

Ler Matéria

Protesto na Grécia contra novo nome da Macedônia termina em violência

Time de futebol de cidade no norte da Grécia apoiou protesto, afirma imprensa grega

26/06/2018   06:42:00

Ler Matéria

Plano de Trump para manter famílias imigrantes detidas juntas enfrenta desafios logísticos

País não possui a infraestrutura necessária para a manutenção dessas famílias detidas por longos períodos

26/06/2018   06:32:43

Ler Matéria

Donald Trump diz que não haverá acordo para acolher jovens imigrantes nos EUA

A declaração foi feita pelo presidente no Twitter

02/04/2018   05:45:31

Ler Matéria

Papa:Conflito na Terra Santa "não poupa os indefesos"

Francisco também fez súplicas pelo fim do “extermínio” na Síria

02/04/2018   05:40:19

Ler Matéria

Cantora turca é condenada a 10 meses de prisão por insultos ao presidente em canção

Em apresentação, Zuhal Olcay usou o nome de Recep Tayyip Erdogan para rimar com as palavras

23/03/2018   06:30:56

Ler Matéria

Ex-modelo da Playboy quebra silêncio sobre Trump: \'nos vimos dezenas de vezes\'

Karen McDougal diz que relação extraconjugal durou 10 meses, antes de Trump ser presidente. Ex-coelhinha pediu desculpa à primeira-dama Melania.

23/03/2018   06:25:57

Ler Matéria



 
 
Rádio Cruzeiro Am
Rua Corinto Andrade (Praça Manoel Nogueira Lima) Nº460, Pedro II - PI
Tel:  (86) 3271-1186  -  WhatsApp:  (86) 9918-1155
 

 Online Agora:

  4

 Visitas:

  1327460