Pedro II


20 ºC


Tempo limpo



  (86) 9918-1155

   
 
 
Espalhe por aí                  Visualizações: 112


04/01/2018 às 06:51:04
Globo de Ouro terá atrizes vestidas de preto para denunciar assédios sexuais em Hollywood

Esta ação feminista não atrai somente as atrizes
créditos: Globo de Ouro

 O Globo de Ouro, no qual várias atrizes se vestirão de preto para denunciar o assédio sexual sofrido pelas mulheres em Hollywood, desencadeará nesta semana uma nova temporada de prêmios do cinema nos Estados Unidos marcada por protestos e reivindicações.

 Com a opinião pública ainda "em choque" pela enorme quantidade de casos de assédio sexual que foram recentemente revelados, o mundo do entretenimento volta a desdobrar os tapetes vermelhos, começando com o Globo de Ouro neste domingo (7).


Conhecido por ser uma das festas mais divertidas e informais de Hollywood, além de inaugurar o calendário de prêmios que finaliza com o Oscar, o Globo de Ouro vem este ano não apenas com o desejo de festa, mas também com o anúncio prévio de que várias estrelas se vestirão de preto para gritar contra as agressões sexuais sofridas pelas mulheres.


Após o escândalo em torno do produtor Harvey Weinstein e a campanha "Me Too" que atingiu artistas como Dustin Hoffman, John Lasseter e Brett Ratner, a revista "People" revelou neste mês que Meryl Streep, Jessica Chastain e Emma Stone, entre outras figuras, desfilarão de preto na entrega da premiação como protesto contra o assédio em Hollywood.


Esta ação feminista não atrai somente as atrizes, uma vez que a estilista Ilaria Urbinati, que trabalha com Dwayne "The Rock" Johnson e Tom Hiddleston, afirmou recentemente que seus clientes também se vestirão de preto.


A campanha teve seus opositores, já que a atriz Rose McGowan, que acusou Weinstein de estuprá-la, chamou Meryl Streep de hipócrita por agora se unir a esse protesto contra as agressões sexuais após ter trabalhado com o produtor no passado.


Em qualquer caso, o Globo de Ouro será a primeira grande resposta pública e conjunta do mundo do entretenimento para a série de agressões sexuais em seu meio, mas não se espera que seja o único movimento este ano em Hollywood contra o machismo.


Outras premiações


Na festa do Sindicato dos Atores (SAG, sigla em inglês), celebração que acontecerá no dia 21 deste mês, em Los Angeles, todos os prêmios serão anunciados e entregues por mulheres. Além disso, a mestre de cerimônia será a atriz Kristen Bell.


Sem esquecer que a música celebrará sua festa particular com o Grammy, no dia 28, em Nova York, assim como os prêmios dos sindicatos de diretores e produtores e cinema independente Spirit, que vão aquecer o ambiente até a entrega do Oscar, no dia 4 de março, em Los Angeles.


A mobilização política e as ações de protesto não são novidades em Hollywood, uma vez que é o local mais visível e midiático do pensamento progressista nos Estados Unidos.


Após apoiar Hillary Clinton, ex-candidata democrata à Casa Branca, o mundo do cinema recebeu com muitas críticas o presidente Donald Trump, a quem atacou em numerosas ocasiões pelas suas ideias racistas e machistas.


Meryl Streep, por exemplo, recebeu inúmeros aplausos com seu combativo discurso contra o republicano na última edição do Globo de Ouro, em que defendeu o jornalismo e as contribuições culturais dos imigrantes.


No dia seguinte, Trump disse no Twitter que ele é uma das atrizes "mais supervalorizadas em Hollywood", apesar de ter vencido o Oscar em três ocasiões e obter o recorde de indicações para um intérprete (20).


No último Oscar, vários artistas desfilaram com laços azuis, apoiando a União Americana pelas Liberdades Civis (ACLU, sigla em inglês), uma das organizações mais beligerantes contra as medidas de Trump.


Mas as constantes críticas ao presidente durante a festa, lideradas pelo apresentador Jimmy Kimmel, ficaram em segundo plano após o tremendo erro durante o anúncio de melhor filme, quando, por engano, foi concedido a "La La Land: Cantando Estações", mas na realidade pertencia a "Moonlight: Sob a Luz do Luar".


Em 2016, a temporada de prêmios foi marcada pela campanha "Oscar so White", que denunciou que pelo segundo ano consecutivo não havia negros indicados nos prêmios da Academia de Hollywood, motivando um boicote à cerimônia de nomes como Will Smith, Jada Pinkett Smith e Spike Lee.






Fonte.cidadeverde

Publicado Por.Antonio Francisco

COMPARTILHE O LINK DA MATÉRIA









Internacionais

Protesto na Grécia contra novo nome da Macedônia termina em violência

Time de futebol de cidade no norte da Grécia apoiou protesto, afirma imprensa grega

26/06/2018   06:42:00

Ler Matéria

Plano de Trump para manter famílias imigrantes detidas juntas enfrenta desafios logísticos

País não possui a infraestrutura necessária para a manutenção dessas famílias detidas por longos períodos

26/06/2018   06:32:43

Ler Matéria

Donald Trump diz que não haverá acordo para acolher jovens imigrantes nos EUA

A declaração foi feita pelo presidente no Twitter

02/04/2018   05:45:31

Ler Matéria

Papa:Conflito na Terra Santa "não poupa os indefesos"

Francisco também fez súplicas pelo fim do “extermínio” na Síria

02/04/2018   05:40:19

Ler Matéria

Cantora turca é condenada a 10 meses de prisão por insultos ao presidente em canção

Em apresentação, Zuhal Olcay usou o nome de Recep Tayyip Erdogan para rimar com as palavras

23/03/2018   06:30:56

Ler Matéria

Ex-modelo da Playboy quebra silêncio sobre Trump: \'nos vimos dezenas de vezes\'

Karen McDougal diz que relação extraconjugal durou 10 meses, antes de Trump ser presidente. Ex-coelhinha pediu desculpa à primeira-dama Melania.

23/03/2018   06:25:57

Ler Matéria

Atirador da Flórida sofria de depressão, déficit de atenção e autismo, segundo sua mãe

Em relatório de 2016, Departamento de Crianças e Famílias apontava que Nikolas Cruz recebia tratamento psiquiátrico e tomava medicamentos

20/02/2018   06:26:28

Ler Matéria

Partido no poder na África do Sul dá 48 horas para Zuma renunciar, diz TV estatal

Caso presidente Jacob Zuma não renuncie, Congresso Nacional Africano irá tirá-lo do poder, de acordo com a TV estatal da África do Sul, a SABC.

13/02/2018   07:24:28

Ler Matéria



 
 
Rádio Cruzeiro Am
Rua Corinto Andrade (Praça Manoel Nogueira Lima) Nº460, Pedro II - PI
Tel:  (86) 3271-1186  -  WhatsApp:  (86) 9918-1155
 

 Online Agora:

  17

 Visitas:

  1244508